REVISTA Nº 006

Editorial

1 – EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA DO PROFESSOR NO ENSINO SUPERIOR

TIMBÓ, Raimunda Cid
DA SILVA, Mirleni Pereira

LER O RESUMO

Trata-se o presente artigo acerca da Educação Especial na perspectiva do professor no ensino superior, com o objetivo de identificar as concepções de deficiência, de formação docente e do processo de ensino-aprendizagem discente na questão da educação inclusiva e universitária. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliográfica de cunho teórico descritivo com abordagem qualitativa, nas concepções de Castanho e Freitas (2006), Ferrari e Sekkel (2007), Santos (2009) e outros autores. Considerando que a educação superior constitui um meio para a produção do conhecimento, em que a universidade é um lugar onde os valores e práticas da educação inclusiva precisam ser vivenciadas, o fazer docente exige preparo profissional, organização e adequações, bem como politicas públicas para acesso e permanência desses estudantes na universidade.

 

txt-completo

2 – A CONTRIBUIÇÃO DO PROFISSIONAL DA PSICOPEDAGOGIA NA ESCOLA

TIMBÓ, Raimunda Cid
SAMPAIO, Rosângela Maciel

LER O RESUMO

O presente artigo tem como tema a contribuição do psicopedagogo na escola e objetiva evidenciar a problematização da dificuldade de aprendizagem dos alunos, e chamar a atenção de gestores e profissionais da área de educação para a inserção de um psicopedagogo dando suporte aos alunos durante todo seu processo de aprendizagem. Nesse sentido se busca uma parceria com os profissionais da educação, inclusive do psicopedagogo, a fim de melhor intervir no processo de aprendizagem do aluno. A pesquisa é de natureza descritiva e qualitativa, realizada no período de agosto a janeiro de 2017, em Caucaia, com três psicopedagogas, sendo duas de escola pública e uma de escola particular, que contribuíram com a pesquisa respondendo um questionário. Os resultados apontaram para uma maior pesquisa e métodos relacionados com a problemática da aprendizagem, tendo como apoio a psicopedagogia, mas que ainda não é suficiente para atender a demanda crescente do público alvo.

txt-completo

3 – ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO E AUTISMO: ESTUDO DE CASO NUMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICIPIO DE FORTALEZA – CEARÁ

DUARTE, Ana Lúcia Ramos
RODRIGUES, Maria Euzimar Nunes

LER O RESUMO

O artigo trata dos resultados obtidos no Estágio realizado com a aluna C.V, diagnosticada com Autismo de alto funcionamento ou Asperger, aluna de dez anos do 4º ano do fundamental de uma escola da rede municipal de Ensino de Fortaleza. A metodologia utilizada foi pesquisa de campo e bibliográfica, para fundamentação do artigo, buscaram-se vários teóricos como: MANTOAN (2006), FREIRE (2000), SILVA (2010), MAZOTTA (1996) e outros. Diante das leituras conclui-se que os autores têm um olhar muito parecido no que diz respeito à inclusão de estudantes com deficiências nas escolas comuns, que é o fazer igualmente necessário para uma efetiva socialização e aceitação dos mesmos, e a importância do Atendimento Educacional Especializado (AEE) nas Salas de Recursos Multifuncional (SRM). As intervenções realizadas nos atendimentos de C.V se resumiram em acompanhamento na SRM e observações na sala de aula comum e pátio.

txt-completo

4 – PEDAGOGIA: A APRENDIZAGEM E SUAS DIFICULDADES

TIMBÓ, Raimunda Cid
CAMPOS, Aline Soares

LER O RESUMO

Na atualidade, é cada vez mais recorrente nos depararmos com situações da Aprendizagem e suas Dificuldades, quando nos referimos ao desempenho escolar de nossos educandos. A partir dessas reflexões, tomamos como objetivo geral deste trabalho: Compreender a ação da Pedagogia e como ocorre a aprendizagem e quais são as dificuldades da aprendizagem. E como objetivos específicos: Refletir sobre o conhecimento e as configurações de adquiri-lo ao longo da vida; Identificar as dificuldades de aprendizagem a partir da bibliografia específica sobre o tema. A Metodologia utilizada foi a Pesquisa Bibliográfica. Assevera-se ao final desse estudo, que as dificuldades da aprendizagem, infelizmente, estão presentes no cotidiano da aprendizagem, em seus múltiplos aspectos, cabendo ao profissional da Pedagogia, da Educação Infantil as séries iniciais do Ensino Fundamental – 1º ao 5º ano, construir ações de superação e a intervenção de outros especialistas, que irão auxiliar nessas dificuldades.

txt-completo

 

5 – DEFICIÊNCIA VISUAL: DESAFIOS DE ALUNOS INSERIDOS NA ESCOLA COMUM E O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO

GURGEL, Ana Claudia Rios
RODRIGUES, Maria Euzimar Nunes

LER O RESUMO

O presente artigo retrata o tema da Deficiência Visual e o desafio do aluno com essa deficiência na escola comum e a importância da contribuição do Atendimento Educacional Especializado (AEE) na autonomia destes. Tem como objetivo a reflexão sobre a demanda de profissionais conhecedores das percepções que estes alunos têm a respeito de suas limitações e possibilidades de aprendizagens. A metodologia utilizada elege-sei bibliográfica e de campo, desenvolvida a partir de referenciais de livros, artigos, documentos, como: CARVALHO (2002, 2006), FURASI (1997) MENDES (2002, 2006), também observações na Associação dos Cegos do Estado do Ceará (ACEC). Pode-se concluir que o AEE funcional tem papel imprescindível no desenvolvimento integral da pessoa com deficiência, e melhora significativa na sociabilidade desse público. Para que isso aconteça é utilizada a tecnologia assistiva que é um recurso ou uma estratégia utilizada para ampliar ou possibilitar a execução de uma atividade necessária e pretendida por uma pessoa com deficiência. Revelam-se nos estudos que diante de muitos obstáculos e desafios vivenciados, em perspectiva inclusiva exige o repensar da prática docente e suas dimensões.

txt-completo

 

6 – OS BENEFÍCIOS DA FORMAÇÃO PSICANALÍTICA NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR

TIMBÓ, Raimunda Cid
COSTA, Maria Stela Oliveira
SOUZA DE, Maria Angélica Pires
COSTA, Samuel Oliveira

LER O RESUMO

Este trabalho se propôs a fazer uma revisão teórica sobre a existência ou não dos benefícios recebidos pelo profissional da educação em ter conhecimentos relativos à psicanálise em sua formação pedagógica. Para tanto, fizemos a seguinte interrogação:O Professor-Psicanalista traz realmente contribuições, benefícios e enriquecimentos para os alunos no dia a dia de sua sala de aula? Dentre os autores pesquisados para embasar tais conceitos citamos Freud (1912; 1914), Kupfer(1997; 2005; 2010), Filloux (1997); Ribeiro (2006; 2014), Pizutti (2012) e outros que abordam o tema em questão. Enfim, a pesquisa nos mostrou que o conhecimento pedagógico e psicanalítico aliados traz contribuições consideráveis pelos laços que se estabelecem na relação humana e, oferece condições aos professores para o enfrentamento de problemas do cotidiano escolar. Reconhecer a Psicanálise aliada à educação colabora bastante, na medida em que pode criar um espaço acolhedor para os envolvidos neste processo. Portanto, acreditamos que realmente existem benefícios e contribuições que acrescentam a qualidade do ensino quando um

txt-completo

 

7 – NEOLIBERALISMO E POLÍTICA EDUCACIONAL NO BRASIL

DIÓGENES, Carlos Tuancampêlo
MEDEIROS DE, Francisca Taneide Santos

LER O RESUMO

O presente trabalho vem discutir as políticas da educação no Brasil pelo movimento neoliberal na década de1990. Nessa época a população elitizada tentava gerar um ataque violento sobre a educação, passando assim por uma importante transformação para eliminar todos os problemas, desde que a educação passasse a ser algo associado ao mercado globalizado, deixando de serum direito de todos e sim um produto comercial, seguindo assim um modelo empresarial. O neoliberalismo é uma política que abre espaço para a concorrência e oportuniza um novo tipo de educação em nosso país, a educação baseada no mercado, visando o lucro como fonte de renda para as empresas e instituições educacionais. Dentre o contexto apresentado, destacam-se os pontos fundamentais na abordagem feita pelos os estudiosos da temática, contemplando assim a origem do neoliberalismo até a sua ótica de futuro, passando pelas fases do desenvolvimento contínuo influência no mercado globalizado e capitalista.

txt-completo

 

8 – UMA REFLEXÃO SOBRE O LIVRO PEDAGOGIA DA AUTONOMIA, SABERES NECESSÁRIOS Á PRÁTICA EDUCATIVA DE PAULO FREIRE.

MENDONÇA DE, Aldenize Maria Chaves
RODRIGUES, Maria Euzimar Nunes
SOUZA DE, Nathalya Brito de Almeida Santos

LER O RESUMO

Este artigo está relacionado aos estudos que temos desenvolvido junto ao Grupo de Pesquisa da Faculdade Plus e tem como objetivo principal propor uma reflexão sobre a educação brasileira e seu processo de transformação, desde o período colonial até os dias atuais. Para isso, realizaremos nossa análise através da literatura de Paulo Freire, especificamente em sua obra Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa (FREIRE, 2018). Diante desta obra e através de uma pesquisa bibliográfica, faremos uma linha do tempo do período colonial, de como se deu a necessidade da educação no Brasil após a chegada dos padres jesuítas e das transformações da educação brasileira, educação está permeada de contradições, opressões e reprodução de um viés europeu, conforme veremos à seguir nas reflexões

txt-completo

 

9 – MEDIAÇÃO PEDAGÓGICA (PROFESSOR E COORDENADOR PEDAGÓGICO) JUNTO AO ALUNO QUE APRESENTA DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM NA LEITURA E NA ESCRITA

MADUREIRA, Andrea Oliveira
LIMA, Maria Vandia Guedes

LER O RESUMO

É comum nos espaços escolares os professores se depararem com alunos que apresentam algum tipo de dificuldade. A temática Mediação pedagógica (professor e coordenador pedagógico) junto ao aluno que apresenta dificuldade de aprendizagem na leitura e na escrita, convida apensar como os professores lidam em sala de aula com os alunos que apresentam tais dificuldades e os desafios encontrados pelo coordenador pedagógico para mediar esse processo. Os principais teóricos utilizados foram; Teberosky & Colomer (2003), Tebar (2011) e Domingues, (2014). A pesquisa foi
realizada em seis escolas da Prefeitura Municipal de Fortaleza. Para a coleta de dados foi utilizado um questionário semiestruturado com perguntas abertas e fechadas a onze professoras distribuídas nas seis escolas, incluídos cinco coordenadores pedagógicos. Diante dos relatos das professoras percebeu-se como uma das principais queixas foi à ausência da família no âmbito escolar como: falta as reuniões, não acompanham nas atividades de casa e principalmente a infrequência desses alunos prejudicando consideravelmente a rotina escolar. Quanto ao coordenador pedagógico, são sobrecarregados com afazeres da escola que distância do cunho pedagógico comprometendo o acompanhamento do trabalho do professor. Conclui-se que é dever de toda a comunidade escolar proporcionar um espaço acolhedor a todas as crianças; para isso faz-se necessário encurta a relação entre professores e coordenadores pedagógicos, escola e família onde os mesmos possam refletir sobre sobre sua prática, decidindo coletivamente o melhor caminho para o alcance do progresso do aluno.

txt-completo

 

10 – O AMADURECIMENTO PESSOAL NO AMBIENTE SOCIAL
O enigma significativo da relação afetiva repercutindo no ambiente escolar

LIMA, Darlan de Almeida

LER O RESUMO

O objetivo deste artigo é entender o amadurecimento pessoal no ambiente social como enigma significativo da relação afetiva repercutindo no ambiente escolar. Saber como fazer uma leitura da construção da realidade e como se processa do amadurecimento pessoal diante do social no sentido de solucionar a essência da
crise de formação e atuação dentro de uma sociedade, de forma a comunicar o fenômeno da consciência, entendendo a relação entre a intenção de crença e a motivação no processo social. Entendendo o processo de desconstrução cultural que produz violência simbólica, observa-se a necessidade de uma identidade motivada por uma determinação dinâmica de reconstrução pessoal em desenvolvimento emocional de crenças concentrando esforços para ter uma postura de personalidade de se auto-responsabilizar pela autonomia individual. O afeto compreende um código significativo que associa transmissão do sentimento com pensamento, cuja leitura da modificação dos padrões de comportamento através da busca de planejamento, divulgação e decisão acerca dos paradigmas envolve responsabilidade social através da integração processual na frequência da construção do conhecimento, no processo de formação das palavras e no desenvolver das problemáticas pessoais. Na construção do fenômeno perceptivo do estímulo afetivo no cenário processual ao se adequar à modificação dos pontos de vista, pela aquisição, contato e processo de construção e de difusão no relacionamento inter-pessoal, a representação simbólica que determina a intenção de crença se forma diferenciada manifestando pela motivação no processo social, por práticas criativas que ocasionam solução de dúvidas, contribuindo para uma reciprocidade processual de interesse social, dinâmico, significativo.

txt-completo

 

 

11 – EDUCAÇÃO, SOCIEDADE E PODER:
uma análise sociológica de experiências, vivências e distintas percepções de despolitização no processo educacional de Caucaia-CE.

CAZÉ, Ledervan Vieira

LER O RESUMO

Este trabalho apresenta uma breve discussão acerca dos pressupostos educacionais e de como esses processos socializadores são utilizados como referência de um modelo de reconhecimento social que opera na lógica utilitarista. Em suma, a Educação (processo socializador/civilizador) sistematizada na ação pedagógica formal projetam, no sentido do mercado, toda matriz curricular que no desígnio atual e sob o dissimulado discurso da cidadania e do trabalho, tecem uma sociedade marcadamente desigual, hierarquizada e materialista. O respectivo artigo foi produzido como comunhão entre uma fundamentação teórica mais crítica e uma breve pesquisa de campo realizada em sete escolas no município de Caucaia, com professores e alunos da rede pública de ensino. Os autores elencados para a análise dialogam no universo da relação entre Educação e Sociedade e a pesquisa de campo, por sua vez, direcionou a conclusão para a ratificação daquilo que a base teórica evidencia como controle social “velado” no descaso com o currículo formal de ensino e com as práticas pedagógicas. A descrença na construção de um sujeito verdadeiramente cidadão constata a ineficiência de uma Educação autônoma e reflexiva no âmbito das Escolas analisadas o que, a meu ver, facilita a emergência de modelos de reconhecimento social de ação social mais danosa, destrutiva e meramente reprodutivista. Por fim e ainda que pareça
conspiratório, a falta de significado real e o total esvaziamento de conteúdos que, em tese promoveriam prosperidade social, apenas produzem uma Educação tendenciosa e cooptada pelo paradigma vigente o que, por sua vez, reedita a Sociedade Capitalista.

txt-completo